FAZENDA DE ATRIZ DA GLOBO EM MINAS GERAIS PEGA FOGO POR CAUSA DE CIGARRO

Foto: Reprodução Internet

Foto: Reprodução Internet

A atriz global Lúcia Veríssimo compartilhou em suas redes sociais neste domingo (16/6) que um incêndio acidental de grandes proporções tomou conta de sua fazenda em Chiador, na Zona da Mata mineira. De acordo com ela, homens invadiram sua propriedade e, ao fugirem, jogaram uma guimba de cigarro na mata, que estava seca.

"Eu proíbo as pessoas de entrarem aqui para caçar, para pescar. As pessoas aqui têm essa mania, e nessa madrugada entraram aqui, os cachorros deram em cima, mas eles estavam fumando e, quando eles fugiram, jogaram uma guimba de cigarro e minha fazenda está ardendo desde o começo da manhã", relatou ela em vídeo.

De acordo com a atriz, 45% de sua fazenda é composta por Mata Atlântica. Ela afirmou que tem um cuidado imenso com o meio ambiente. Lúcia chegou a acionar o Corpo de Bombeiros, mas disse que tentou, junto com um funcionário da propriedade, controlar as chamas enquanto o socorro não chegava. O quartel mais próximo fica em Juiz de Fora, a 80 km, e os militares levaram cerca de três horas para chegar.

"Não sei o que seria da fazenda e de mim se eles (bombeiros de Juiz de Fora) não tivessem vindo. Eles conseguiram segurar, mas metade da fazenda está queimada (...) Eles subiram morros imensos e entraram na floresta que ardia em chamas altíssimas. Eles são verdadeiros heróis", comentou ela.

A atriz e os funcionários da fazenda precisaram de ajuda médica por terem respirado muita fuligem e fumaça, e foram atendidos pelos bombeiros. Todos fizeram uso de máscaras de oxigênio para evitar intoxicação.

Lúcia afirmou que a publicação do vídeo visa alertar o público para os riscos de queimadas por balões e guimbas de cigarro durante períodos de seca. "Estou falando isso para atentar à irresponsabilidade das pessoas, que não só invadem a sua casa, como jogam guimba de cigarro numa seca, sabendo o que vai acontecer", disse.

Histórico

Esta não é a primeira vez que a artista denuncia um incêndio. Em 2020, Veríssimo destacou um caso ocorrido no Vale das Videiras, no Rio de Janeiro, em uma postagem nas redes sociais.

"Eu nem sei mais o que dizer sobre a ignorância, a falta de responsabilidade e respeito que uma criatura pode ter. Um sujeito coloca fogo no próprio carro para acionar o seguro e "levar vantagem" com a famosa lei de Gerson em vigor no Brasil há tantos anos". escreveu ela.