HOMEM PROMETIA CURA ESPIRITUAL E ABUSAVA DE MULHERES EM SESSÃO RELIGIOSA

Após os abusos, o homem extorquia as vítimas, ameaçando divulgar os vídeos das sessões

Preso suspeito de abusar mulheres para "fazer trabalhos espirituais" crédito: PCMG/Divulgação

Preso suspeito de abusar mulheres para "fazer trabalhos espirituais" crédito: PCMG/Divulgação

Um homem, de 52 anos de idade, foi preso suspeito de fazer diversas mulheres vítimas de abusos sexuais durante supostas sessões espirituais de cura. A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu, na terça-feira (9/7), mandados de busca e apreensão contra o alvo, em Monjolos, cidade da região Central do estado.

Conforme as investigações conduzidas pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Diamantina (MG), o investigado enganava as vítimas prometendo curas espirituais, mas durante as sessões cometia abusos sexuais e supostamente gravava os atos sem o consentimento das mulheres.

Após os abusos, o homem extorquia as vítimas, ameaçando divulgar os vídeos das sessões. O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional.

A delegada Kíria Orlandi, titular da Deam Diamantina, ressalta que as denúncias de outras mulheres que também foram abusadas pelo criminoso ajudaram a fortalecer o caso contra ele.

"Esta operação destaca a importância do trabalho realizado pela Polícia Civil na proteção dos direitos das mulheres e na luta contra crimes de abuso sexual e extorsão. A coragem das vítimas em denunciar e a dedicação da equipe policial foram fundamentais para que a justiça fosse feita", avaliou Orlandi.