QUEM ERAM OS FILHOS DO DIRETOR DO BERNOULLI, MORTOS EM ACIDENTE NA BR-040

Milena e Stéfano Raggazzi voltavam do enterro da avó quando o carro em que estavam bateu de frente com uma carreta, na altura de Três Marias

Milena e Stéfano Raggazzi ao lado da avó, que faleceu no dia anterior - Foto: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

Milena e Stéfano Raggazzi ao lado da avó, que faleceu no dia anterior - Foto: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS

Uma notícia trágica comoveu os belo-horizontinos nesta quarta-feira (17), depois que os dois filhos mais velhos de Marcos Raggazzi, diretor executivo do tradicional Colégio Bernoulli, de Belo Horizonte, morreram em um grave acidente, na BR-040. Milena e Stéfano Raggazi, que também eram ex-alunos da instituição de ensino, retornavam do velório da avó na hora da batida.

Nas redes sociais, Milena disse ter trabalhado no Bernoulli, além de ter estudado Metodologia do Ensino na Uninter, Tecnologias Educacionais na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Relações Públicas na UNA e ter um MBA em Comunicação Digital na instituição O mundo da Pós-Graduação.

Desde 2019, ela era diretora de uma empresa de marketing digital de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, chamada Leads. No Instagram, ela divulgava as páginas de diversos de seus clientes, que incluíam uma empresa de drinks de casamento, restaurantes de BH e a empresa de consultoria na área de educação de seu pai, a Oxigênio Educacional.

Já Stéfano estudou na PUC Minas e era advogado. Ele também dizia ser compositor, sendo que, em seu Instagram, compartilhou uma das canções em que participou da composição, a música "Nenhuma (DNA)", do cantor Boris Furman. Para ouvir a música no YouTube, clique aqui.

Homenagem à avó

Na terça-feira (16), Stéfano compartilhou em sua rede social uma homenagem para sua avó, com várias fotos e um vídeo em que aparece dançando valsa ao lado da idosa. "Vou te amar pra sempre!! Obrigado por tudo", escreveu na legenda.

Na postagem, amigos lamentaram a partida prematura do rapaz. "Meu amigo, não foi o que combinamos. Vai com Deus. Tô em choque. Te amo" (sic), escreveu um jovem. "Eu não estou acreditando", lamentou outro amigo dele.

O acidente

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão frontal entre um carro de passeio e uma carreta aconteceu por volta das 11h30 no km 287 da BR-040, próximo ao posto policial da corporação no município.

A rodovia precisou ser completamente interditada por volta de 12h50, para que a perícia da Polícia Civil pudesse realizar os trabalhos periciais no local, que deverão determinar o que teria causado a batida. A rodovia só foi completamente liberada, ainda conforme a PRF, às 16h.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o veículo completamente destruído pela força do impacto.