DIA NACIONAL DA CACHAÇA: SAIBA POR QUE A DATA É COMEMORADA NO DIA 13 DE SETEMBRO

Data foi instituída por iniciativa do Instituto Brasileiro da Cachaça, em junho de 2009, porque foi neste dia, em 1661, que o produto obteve a liberação de fabricação e venda no Brasil, após a "Revolta da Cachaça'

A cachaça é uma bebida alcoólica muito apreciada no Brasil, tendo como base principal a cana-de-açúcar - Foto: Reprodução

A cachaça é uma bebida alcoólica muito apreciada no Brasil, tendo como base principal a cana-de-açúcar - Foto: Reprodução

O Dia Nacional da Cachaça é comemorado hoje, 13 de setembro. A data foi instituída por iniciativa do Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac), em junho de 2009, porque foi neste dia, em 1661, que o produto obteve a liberação de fabricação e venda no Brasil, após manifestações populares contra as imposições da coroa portuguesa, conhecida como "Revolta da Cachaça".

Apesar de ser tradicionalmente comemorado no Brasil, não há um registro que oficialize o Dia da Cachaça no país. No entanto, ainda existe um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados, desde outubro de 2010, com o objetivo de formalizá-la.

Como surgiu a Cachaça no Brasil?

A bebida que tem como base a cana-de-açúcar possui mais de 500 anos e é considerada a primeira bebida destilada das Américas, tendo surgido antes do Pisco, do Tequila, do Rum e do Bourbon.

Segundo o Ibrac, existem três versões sobre o início da produção da Cachaça no Brasil. Porém, a versão mais provável é que o produto tenha sido estimulado, pela primeira vez, no ano de 1516, na Ilha de Itamaracá, no litoral de Pernambuco.

A cachaça é uma bebida alcoólica muito apreciada no Brasil, tendo como base principal a cana-de-açúcar. Ela é utilizada principalmente para a confecção da caipirinha, uma bebida típica do país. Atualmente, no entanto, existem diferentes variantes da cachaça e com diferentes sabores.

Produção de cachaça no Brasil

De acordo com o Ibrac, o Brasil produz aproximadamente 1,2 bilhão de litros anuais, porém se produz anualmente menos de 800 milhões de litros. Além disso, setor gera mais de 600 mil empregos diretos e indiretos no país.

O Anuário da Cachaça de 2021, elaborado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), indica que o total de produtores de Aguardente e Cachaça registrados no Mapa em 2020 foi de 1.131 produtores, sendo somente 955 de cachaça.


O maior produtor industrial da bebida no país é o estado de São Paulo, seguido de Pernambuco, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Paraíba. Porém, mineiros e cariocas lideram a produção de cachaça artesanal.

A cachaça brasileira é exportada para mais de 60 países, sendo a Alemanha responsável por aproximadamente 30% da sua importação.

Qual foi a primeira Cachaça no Brasil?

A primeira cachaça a ser engarrafada no Brasil foi a Ypióca. A marca é produzida na cidade de Maranguape, no Ceará, desde 1843 pela família Telles. No entanto, somente após os anos 1900 passou a ser engarrafada em litro.

Qual é a melhor cachaça do Brasil?

Os maiores especialistas do destilado do Brasil elegeram através do ranking da Cúpula da Cachaça 50 finalistas, representados por 11 estados.

Na categoria Branca (Inox), a primeira colocada foi a Cachaça Tiê, de Aiuruoca (MG). Já na categoria Armazenadas/Envelhecidas, o primeiro lugar ficou com a Leblon Signature Merlet, de Patos (MG).

Por fim, na categoria Premium/Extra Premium, que compreende apenas as bebidas compostas por 100% de cachaça envelhecida em barris de até 700 litros por pelo menos um ano, o primeiro lugar ficou com a Companheira Envelhecida 8 Anos, de Jandaia do Sul (PR).