TCU CONCLUI EM RELATÓRIO PRELIMINAR QUE NÃO HOUVE FRAUDE NAS URNAS NO 2º TURNO

Mais de 600 boletins de urna foram verificados; análise final deverá ficar pronta em novembro

Foto: Ilustração

Foto: Ilustração

O Tribunal de Contas da União (TCU) informou na noite deste domingo (30) que não houve fraude no segundo turno das eleições, de acordo com análise preliminar que levou em conta 604 boletins de urnas. A auditoria superou o número de 540 boletins, que inicialmente era o previsto.

O presidente do TCU, Bruno Dantas, afirmou à CNN que "os boletins foram checados com as informações disponibilizadas no site do Tribunal Superior Eleitoral [TSE], sem nenhum tipo de divergência entre as informações".

Os boletins são obtidos em papel. Trata-se de um registro de todos os votos na urna, sem identificação do eleitor. Depois, os dados são confrontados com as informações no site do TSE.

Três boletins ainda não foram checados porque as informações ainda não estão disponíveis no site do TSE. Mas como foram, no total, vistoriados mais boletins do que o previsto, o tribunal deu o trabalho como concluído.

A exemplo do primeiro turno, uma nova auditoria será feita em número superior a 4.000 boletins de urnas. A entrega desse relatório mais amplo deve ser em novembro.