FORMIGA VOLTA A REGISTRAR INTERNAÇÕES POR COVID-19

Reprodução

Reprodução

Após mais de dois meses sem registrar internações de pacientes com covid-19, dois formiguenses que testaram positivo para o vírus voltaram a ocupar leitos clínicos nos hospitais da cidade. Até então, o último registro de internação pelo novo coronavírus ocorreu no dia 26 de agosto.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Polliana Lúcio Lacerda Pinheiro, um paciente está internado na Santa Casa de Formiga e outro aguarda na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) pela liberação de um leito na Santa Casa.

O aumento de hospitalizações é resultado de um novo surto da doença na cidade. A pasta registrou 10 infecções pelo novo coronavírus na última semana de novembro. Em setembro, foram 22, em outubro, 10. De acordo com Polliana, o aumento de casos ocorre em função da circulação de nova subvariante da ômicron BQ1.

A coordenadora informou ainda que a pasta retomará a publicação semanal do boletim epidemiológico. Ela informou ainda que é importante a população ter conhecimento dos dados e voltar a usar máscaras de proteção facial, fazer a higienização das mãos e evitar aglomeração, entre outras medidas não farmacológicas. Atualmente, a recomendação do uso de máscara é obrigatória apenas em unidades de saúde e no transporte público, conforme previsto no Decreto 9323, datado de março deste ano.

Vacinação

A vacinação contra a covid-19 é a única forma de evitar as formas graves da doença. Segundo a secretaria, em novembro, com o surto da doença, os formiguenses voltaram a ir aos postos para concluir o esquema vacinal. Durante o mês, 92 pessoas receberam a primeira dose (65.920, ao todo), 161 tomaram a segunda (65.870), 275 tiveram acesso à terceira dose (42.920), 514 tomaram a quarta (14.557) e 19, a quinta.

A coordenadora ressaltou a importância de manter o esquema vacinal atualizado. "Estudos têm mostrado que a manicura das pessoas contaminadas não tem esquema vacinal completo", comentou a coordenadora da Vigilância Sanitária.