ADUTORA ROMPE E 20 BAIRROS FICAM SEM ÁGUA EM PASSOS

Foto: Reprodução.

Foto: Reprodução.

Moradores de 20 bairros de Passos ficaram sem √°gua nesta quinta-feira, 16, devido a rompimento na adutora da Estação de Tratamento de √Āgua Rio Grande (ETA Rio Grande). Na tarde de hoje, a temperatura chegou a 35,4¬įC na cidade, de acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Segundo informações do Serviço Autônomo de √Āgua e Esgoto (Saae) de Passos, o rompimento da adutora ocorreu por volta das 15h e a previsão era retomar o abastecimento no início da madrugada desta sexta-feira.

Ainda segundo a autarquia municipal, a interrupção no abastecimento de √°gua atingiu os bairros Recanto do Bosque, Mirante do Vale, Vale Verde, Monte Belo, Casarão, Jardim Colégio de Passos, Bela Vista, Santa Luzia, Carmelo, Polivalente, Recanto da Harmonia, Coimbras e adjacentes, Califórnia e adjacentes, Nova Califórnia I, II e III, Santo Antônio, Primavera II, Nova Passos I e II e Vila São José e também, parcialmente, os bairros Novo Mundo, São Benedito, Estação e Santa Casa,

O problema ocorre em meio a uma onda de calor que atinge as regiões Sudeste e Centro-Oeste do país, com temperaturas acima da média para o período, e também aumento no consumo de √°gua.

Na última segunda-feira, por exemplo, a Estação de Tratamento de √Āgua Antonio Porto, que fica nas imediações da Juca Stockler com a MG-050, estava tratando 340 litros de √°gua por segundo, conforme postagem feita pelo prefeito Diego Oliveira.

Em comunicado sobre o rompimento na adutora da ETA Rio Grande nesta quinta-feira, o Saae pediu a compreensão de todos e que a população economize √°gua.

Recentemente, o diretor do Saae de Passos, Esmeraldo Pereira Santos, fez um alerta à população sobre uso racional da √°gua no período de calor. Com o aumento nas temperaturas, as duas estações de tratamento de √°gua do município registraram alta no consumo, de 25% e 20%, respectivamente.

Segundo Saae, na ETA Rio Grande, o volume passou de 12 milhões de litros por dia para 15 milhões e, na ETA Antonio Porto, de 20 milhões para 24 milhões de litros por dia.

"As orientações são no sentido, por exemplo, de tomar banhos não tão longos, evitar deixar torneiras abertas ao lavar louça ou escovar os dentes, dar prefer√™ncia ao uso de baldes em vez de mangueira para lavar calçadas e reutilizar √°gua da m√°quina de lavar roupas para lavar √°reas como calçadas e garagem", afirma Esmeraldo.