OPERAÇÃO 'MINERAÇÃO' TERMINA COM OITO PRESOS E MAIS DE R$ 630 MIL EM ARCOS

Grupo foi flagrado realizando extração ilegal de quartzo em área na zona rural de Arcos ¬- Foto: Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação

Grupo foi flagrado realizando extração ilegal de quartzo em área na zona rural de Arcos ÔŅĹ- Foto: Polícia Militar de Meio Ambiente/Divulgação

A Polícia Militar de Meio Ambiente desencadeou a Operação "Mineração" e prendeu oito pessoas após flagrar mineração ilegal em √°rea na zona rural de Arcos, no Centro-Oeste do estado, na segunda-feira (26). Mais de R$ 630 mil em multas foram aplicadas e 66 ferramentas foram apreendidas.

Após receber informações de que estaria ocorrendo mineração ilegal em uma √°rea na zona rural, militares foram ao local e constataram que diversas pessoas trabalhavam na extração ilegal de quartzo. Picaretas, p√°s e outras ferramentas estavam sendo utilizadas pelo grupo.

Ao se aproximarem, os militares se identificaram e determinaram aos mineradores ilegais que largassem as ferramentas. Os suspeitos começaram a correr. Durante a perseguição a pé, os policiais conseguiram alcançar e efetuar a prisão de sete garimpeiros ilegais, os quais estavam com ferramentas e sacos pl√°sticos contendo pedras de quartzo extraídas ilegalmente.

No trajeto percorrido pelo grupo em fuga, os militares encontraram dezenas de ferramentas, v√°rios sacos de fios de nylon contendo quartzo, uma bucha de maconha e duas motocicletas utilizadas no transporte dos minerais extraídos.

Dando continuidade às dilig√™ncias, a polícia conseguiu identificar e realizar a prisão do agenciador da atividade ilegal. Pedras de quartzo extraídas ilegalmente foram encontradas no quarto do suspeito em um hotel.