Minas Gerais - Sul de Minas

Por G1 Sul de Minas

25/03/2020 17:39:15 atualizado há 5 dias

Acesso aos ginásios de acolhimento em Passos (MG) é restrito para evitar riscos do novo coronavírus — Foto: Reprodução/EPTV

A Prefeitura de Passos determinou ‘Afastamento Social Severo’ como medida de prevenção ao novo coronavírus na cidade, que é o município do Sul de Minas com mais casos suspeitos da doença. Para conter o risco de contaminações no município, moradores em situação de rua foram acolhidos pela administração municipal em ginásios e recebem toda assistência necessária tanto na questão de alimentação quanto na de higiene.

 

A decisão de fazer esse acolhimento foi tomada a partir da suspensão das atividades do Centro POP, destinado ao atendimento especializado à população em situação de rua, por conta da determinação de afastamento social. Foram acolhidos 23 homens no ginásio da Praça de Esportes Baru de Pádua e oito mulheres no Poliesportivo da Barrinha.

 

“É uma população extremamente vulnerável por doenças crônicas, uso de entorpecentes e álcool e a situação de estar na rua. Isso deixou o município bem mais em alerta [por conta da pandemia]”, explicou a secretária municipal de desenvolvimento social, Tatiane Capute Posancini.

 

Acesso restrito por prevenção

 

O acesso aos ginásios é restrito. Só podem entrar os profissionais do Centro POP e da área da saúde, além de policiais e membros da brigada de enfrentamento que foi criada na cidade. A orientação é que ninguém deixe isolamento social, mas se por acaso algum deles decidir sair, o retorno está proibido pra não colocar em risco a saúde dos que quiseram ficar.

 

Tanto no ginásio em que os homens foram alojados quanto no que as mulheres foram recebidas, colchões foram distribuídos para acomodá-los. Eles têm recebido orientações sobre a pandemia e foram impostas regras: como manter o distanciamento de pelo menos um metro e meio e higienizar as mãos com frequência.

 

“Já estávamos fazendo este trabalho dentro do Centro de Referência [Centro POP], ofertando máscaras, álcool em gel, limpeza e orientação. Explicando também a situação que estamos vivendo, que muitos deles não estavam nem cientes”, disse a secretária.

 

Trabalho social

 

Nas unidades de apoio são separados kits com roupas e material de higiene. No Centro POP são preparados café da manhã, almoço e lanche da tarde. Já no albergue é feito o jantar. O acolhimento vai continuar enquanto for necessário o isolamento social.

 

O atendimento, feito por prefeitura e parceiros precisam, é mantido por meio de doações de alimentos e descartáveis que são recebidas no Centro POP, no Clube Passense, no Instituto Federal e nas escolas Luzia Abreu, Hilarino Moraes e Amélia Jabace.