SEMIRREBOQUE DE CARRETA TOMBA E ATINGE DOIS TRABALHADORES NA BR-354 EM FORMIGA

Com o impacto, as vítimas de 24 e 36 anos foram lançadas de cima de uma ponte. O condutor da carreta não se feriu.

Semirreboque tomba e atinge dois trabalhadores em Formiga - Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Semirreboque tomba e atinge dois trabalhadores em Formiga - Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O semirreboque de uma carreta carregada com soja tombou na tarde desta quarta-feira (18), no km 503 da BR-354, em Formiga, e atingiu dois trabalhadores que estavam na pista e faziam remoção de cal às margens da rodovia. O material era de outro acidente registrado no último sábado (14).

Com o impacto, as vítimas de 24 e 36 anos foram lançadas de cima de uma ponte. Os dois trabalhadores foram atendidos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros. O condutor da carreta não se feriu.

O rapaz de 24 anos, natural de Belo Horizonte, foi conduzido em estado grave para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Formiga.

Já o homem, também natural de Belo Horizonte, foi encaminhado consciente e com politrauma para a Sala Vermelha da Santa Casa de Formiga. Logo depois ele foi transferido para a Sala Vermelha do Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD), em Divinópolis.

Os nomes dos trabalhadores não foram revelados, por isso não foi possível solicitar o estado de saúde deles.

O acidente

Trabalhadores faziam remoção de cal de um acidente anterior quando foram atingidos — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

O tombamento ocorreu em um trecho conhecido como Ponte do Chaparral. Com o impacto, um dos trabalhadores caiu de uma altura de cerca de 15 metros e o outro de aproximadamente 6 metros.

O paciente atendido pela Unidade de Suporte Avançado (USA) do Samu contou para a equipe que estava na lateral da pista de uma ponte, retirando o cal de outro acidente, quando a carreta não conseguiu fazer a curva e a carga de soja caiu e o atingiu, derrubando-o da ponte, na margem do rio.

Os bombeiros fizeram sinalização e isolamento do local, além da verificação da situação da carreta acidentada. A Polícia Militar (PM) esteve no local e controlou as demandas relacionadas ao trânsito.