HOMEM MORRE DENTRO DE CASA APÓS BRIGA EM ITAÚNA

Irmã da v√≠tima contou que ele chegou à resid√™ncia com ferimentos e recusou atendimento m√©dico. Aos policiais, testemunha disse que conversava com o homem quando ele foi agredido por uma pessoa que o acusou de roubo.

Foto: Ilustrativa

Foto: Ilustrativa

Um homem de 47 anos morreu após uma briga nesta terça-feira (22), em Itaúna. Segundo a Polícia Militar (PM), uma testemunha contou que conversava com a vítima quando houve a agressão física.

A PM contou ter sido acionada pela irmã da vítima, uma mulher de 44 anos, no Bairro Nova Vila Mozart. Ela relatou que o irmão saiu de casa pela manhã e voltou cerca de uma hora depois com diversos ferimentos. Ele contou que havia caído e se machucado, recusou atendimento médico e disse que queria dormir.

A mulher contou que, por volta das 12h, ficou preocupada com o tempo que o irmão dormia e foi ao quarto, vendo que ele estava deitado e não apresentava sinais vitais.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urg√™ncia (Samu) foi acionado e a equipe da Unidade de Suporte Avançado (USA) atestou o óbito. A perícia esteve no local e constatou ferimentos nas mãos, cabeça e em outras partes do corpo do homem.

Briga

Uma testemunha relatou à PM que conversava com a vítima quando uma pessoa chegou com um capacete na mão alegando que o homem teria roubado a avó e que ele nunca mais faria isso.

A testemunha contou ainda que o indivíduo começou a bater na vítima, os dois se envolveram em uma luta corporal e caíram no chão, momento em que o homem bateu a cabeça na calçada. Neste momento, o agressor teria dado mais socos e chutes na vítima.

A PM disse que o homem não tinha passagens policiais e, após os trabalhos de rotina, o corpo foi liberado para a funer√°ria.

O autor das agressões ainda não foi identificado. Quem tiver informações sobre o caso, deve repass√°-las à polícia pelo 190 ou Disk Denúncia, no 181.