AMEG EMITE NOTA DE REPÚDIO CONTRA ATAQUES HOMOFÓBICOS AO PREFEITO DE ALPINÓPOLIS E PROMETE MEDIDAS LEGAIS

Os ataques, que ocorreram em redes sociais, foram classificados pela entidade como crimes odiosos e inaceitáveis.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Associação Pública dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Grande (AMEG), composta por 24 municípios, emitiu uma nota oficial nesta terça-feira, 18 de junho de 2024, repudiando veementemente os ataques homofóbicos dirigidos ao prefeito de Alpinópolis e presidente da associação, Rafael Henrique da Silva Freire. Os ataques, que ocorreram em redes sociais, foram classificados pela entidade como crimes odiosos e inaceit├íveis.

No documento, a AMEG reafirma seu compromisso em fornecer todo o suporte necess├írio às autoridades competentes para que o autor dos ataques, bem como aqueles que compartilharam as mensagens ofensivas, sejam devidamente punidos. "Não h├í espaço para a pr├ítica desse crime seja no ambiente político seja em qualquer outro ambiente", destaca a nota.

A associação enfatiza ainda a importância do livre desenvolvimento da personalidade do cidadão, incluindo o exercício da orientação sexual e identidade de g├¬nero, direitos estes que são consagrados e inviol├íveis.

O apoio ao prefeito Rafael Henrique da Silva Freire foi manifestado por representantes dos Poderes Executivos de diversas cidades que compõem a AMEG, entre elas Alpinópolis, Capitólio, Carmo do Rio Claro, C├íssia, Claraval, Córrego Fundo, Delfinópolis, Doresópolis, Fortaleza de Minas, Guapé, Ibiraci, Ilicínea, Itaú de Minas, Passos, Pimenta, Piumhi, Prat├ípolis, São João Batista do Glória, São José da Barra, São Roque de Minas, São Sebastião do Paraíso, São Tom├ís de Aquino e Vargem Bonita.

"O livre desenvolvimento da personalidade do cidadão, com o exercício da orientação sexual e identidade de g├¬nero com a qual se identifica constituem direitos consagrados e inviol├íveis", reforça a nota. A entidade afirma estar unida em prol da justiça e disposta a ir até o fim para garantir que os respons├íveis sejam responsabilizados.

A manifestação de repúdio é assinada digitalmente por Daniel Ferreira da Silva, prefeito de São Tom├ís de Aquino e vice-presidente da AMEG, que se colocou firmemente ao lado do prefeito de Alpinópolis, reafirmando o compromisso da associação em combater qualquer forma de discriminação e promover um ambiente de respeito e igualdade.

Essa iniciativa da AMEG sublinha a crescente mobilização de entidades públicas e civis contra atos de homofobia, reforçando a necessidade de um ambiente político e social que respeite a diversidade e os direitos humanos fundamentais.