HOMEM DO MEME 'RINDO DE NERVOSO' VISITA SÃO PAULO E POSTA FOTOS EM BOTECO, NO PACAEMBU E NO IBIRAPUERA

Conhecido como 'Hide the pain Harold', András Arató ficou famoso ao posar para foto de banco de imagens. Arató anunciou na última segunda-feira (13) que visitaria o Brasil.

Homem do meme 'rindo de nervoso' tomando cerveja em bar de São Paulo - Foto: Reprodução/Facebook

Homem do meme 'rindo de nervoso' tomando cerveja em bar de São Paulo - Foto: Reprodução/Facebook

András Arató, húngaro de 76 anos que virou um meme global após sessão de fotos para um banco de imagens (entenda abaixo), está em São Paulo e postou fotos em pontos turísticos da cidade. Arató usa nas redes sociais o nome de 'Hide the pain Harold' (Harold escondendo a dor) e publicou, na última quinta-feira, (16) fotos no estádios Pacaembu e Allianz Parque, no parque Ibirapuera e até em um típico boteco brasileiro tomando uma chope. "Dias difíceis em São Paulo", escreveu na foto com o copo de cerveja.

András Arató no parque Ibirapuera, em São Paulo — Foto: Reprodução/Facebook

Arató, que antes da fama era engenheiro eletricista, agora viaja o mundo, dá palestras, e tem até música em sua homenagem, composta pela banda húngara Cloud 9+. Em entrevista ao jornal britânico 'The Guardian', ele contou que, em apenas um ano, chegou a viajar mais de 20 vezes para aparecer em programas de tv ou participar de eventos.

András Arató, homem que ficou famoso pelo meme 'rindo de nervoso' — Foto: Reprodução/Facebook

Na mesma entrevista ao "The Guardian", Arató disse que tudo começou com uma sessão de fotos para um banco de imagens. O engenheiro eletricista foi convidado a posar para fotos e participou de sessões por mais de dois anos, em diferentes situações. O sorriso do húngaro, que pode dar a impressão de que ele está tentando fingir que está feliz, virou piada na internet e, desde 2010, é um meme conhecido no mundo inteiro.

"Eu passei 40 anos como engenheiro, já tinha falado em algumas conferências da área, mas é muito diferente de aparecer na televisão e em vídeos no YouTube. Eu posso ser o 'Hide the Pain Harold', mas não sou um cara triste. Na verdade, me considero bem feliz", disse Arató ao "The Guardian".